Busca e apreensão: Justiça manda apreender material de Campanha de Benê Filho

A campanha eleitoral em Cambé esta pegando fogo, na data de ontem quinta-feira (12) a Justiça Eleitoral de Cambé pediu busca e apreensão a pedido do candidato Conrado Scheller atual vice prefeito do Zé do Carmo.

No material que tivemos acesso o candidato Bene Filho (Podemos) trata-se de uma lei feita as vésperas da eleição de 2016 em que proíbe a empresa Sanepar de cobrar a tarifa mínima de água e esgotO na cidade, trata-se de uma LEI que foi considerada eleitoreira pelo candidato Benê Filho, pois ela nunca foi colocada em prática nos quatros anos em que Conrado esteve como vice-prefeito, mesmo assumindo a prefeitura por diversas vezes

A decisão da justiça eleitoral de Cambé apreendeu o material, não por ser uma notícia falsa, mas pelo uso da palavra “Fez a Lei” quando na verdade deveria ter usado a palavra “Autoria da Lei”, então vamos lá… a Lei é de AUTORIA do Candidato Conrado Scheller e esta publicada no Jornal Oficial do Município de Cambé em 13/11/2016 .

Fatos esclarecidos, agora queremos saber, como e quando a Sanepar vai devolver o dinheiro do Povo de Cambé que a mesma veio cobrando todos esses anos, principalmente dos mais pobres que na maioria das vezes não consomem a quantidade mínima de agua cobrado pela empresa.

Nossa intensão aqui é defender os mais necessitados pois os ricos com sua grandes piscinas não devem ter valores a restituir da empresa Sanepar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *